Juros 0% na compra de um carro novo? Faça as contas!

Nenhum comentário
 Essa é uma prática comum em algumas marcas com menos compradores para trazer mais vendas em determinadas épocas.

Mas acabou se tornando comum também em marcas com bastante vendas em épocas de crise, para incentivar o consumo.

Uma das pegadinhas para a compra de um carro com "juros zero" é o valor de entrada, normalmente mais de 50% do veículo, ou seja, fica menos da metade do carro para se parcelar.

Outra pegadinha é o prazo, normalmente só em 12 vezes, ou seja, parcelas altas para pagar que podem comprometer o orçamento.

Mas essas são fáceis de perceber e de escapar, ultimamente as ofertas melhoraram bastante, e as concessionárias passaram a oferecer os "juros zero" com melhores condições.

Acontece que para obter o "juros zero" a concessionária não vai deixar de receber o dinheiro, ela precisa do dinheiro para pagar a fábrica. A fábrica muito menos, ela precisa pagar os fornecedores. Aí entra uma terceira empresa, uma financeira, normalmente do mesmo grupo econômico, que paga a concessionária à vista com o valor, e recebe do cliente parcelado.

Hum... financeira é?

Pois é, e a financeira não vai fazer nada de graça, certo? O objetivo dela é obter lucro emprestando dinheiro, mesmo que a taxas muito baixas.

Então, o lucro da financeira está embutido no valor do carro. Possivelmente você não vai conseguir o desconto no valor do carro pagando a vista, e nem vai conseguir outra financeira com juros tão baixos, mas "juros zero" deveria ser proibido nas propagandas.

Mesmo que a financeira não queira ter lucro nessa atividade (por estar ligada à fábrica, por exemplo), ela tem que no mínimo recolher os impostos (IOF no caso), e normalmente embute uma taxa de abertura de crédito nas parcelas.

Como saber o que acontece? Faça as contas. Valor da Entrada mais o Valor das Parcelas multiplicado pelo Prazo.

Você vai ver que de "juros zero" não existe nada. O seu deu zero? Então o juros está embutido em algum lugar... o carro equivalente do concorrente custa quanto? Possivelmente bem menos.

Isso é ruim? Não necessariamente, possivelmente você não achará nenhuma condição financeira melhor, mas serve para refletir que "não existe lanche de graça".

Você deve deixar de comprar? Só não compre por impulso, e esteja ciente que o juros não é zero, só está subsidiado.

Normalmente, para compras assim grande, uso a regra do dia seguinte... não fecho negócio no mesmo dia, só no dia seguinte. Se a promoção não estiver lá no dia seguinte, possivelmente é para te forçar na compra por impulso e sem raciocinar, e é exatamente do que não precisamos...
---
Update 2019

Nos últimos anos, devido à crise financeira, algumas montadoras ficaram desesperadas por vendas.

Vi pessoalmente vários casos de "juros zero" de verdade, onde não tinha taxa escondida, e, ao quitar o carro, não tinha nenhum desconto como seria em uma operação financeira comum.

Quem bancou os juros zero? A montadora.

Em algumas visitas a concessionárias, algumas tinham essa condição com os juros zero de verdade, outras adicionavam o IOF, e algumas cobravam taxa de cadastro, embora pequeno.

Em uma montadora os juros zero estava condicionado à entrega do veículo antigo, com até três anos, de modelos selecionados. Embora Ok a regra, a avaliação do veículo ficou muito abaixo do mercado, enquanto o preço de venda do veículo novo era tabela cheia, o que demonstra que a margem estava nessa intermediação.

Enfim, a conclusão é a mesma, faça as contas e fique de olho se realmente é um bom negócio, pode ser que seja.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Checklist Pré-Viagem

Nenhum comentário
Para quem vai viajar, nada como um checklist para verificar se não esqueceu de nada, segue um exemplo bem completo:



Preparação da casa
  • escreva instruções para cuidar dos animais ou da casa, se necessário
  • verifique se tem comida suficiente para os animais
  • jogue uma dose extra de cloro na piscina
  • veja se tem contas a pagar no período, peça o boleto antecipado, ou deixe-as em débito automático
  • desligue ou reconfigure a climatização
  • feche o gás de cozinha
  • acabe com alimentos perecíveis, ou então dê embora
  • tire o lixo
Empacotando
  • saiba dos limites de bagagem do avião ou ônibus, caso vá usar
  • pegue receitas de medicamentos, caso necessário
  • verifique se os medicamentos que vai levar não estão vencidos
  • compre os presentes caso vá visitar alguém
  • verifique o clima no destino
Preparação de eletrônicos
  • carregue os eletrônicos que vai levar, como celular, máquina fotográfica
  • carregue documentos que possa precisar em alguma conta on-line, como se e-mail, ou no Dropbox
  • deixe no seu telefone todos os contatos do seu destino (hotel, ônibus, companhia aérea)
  • faça download de aplicativos específicos do local que vai visitar
Preparação adicional
  • combine transporte para o aeroporto, caso necessário
  • faça a manutenção preventiva no carro, se necessário
  • corte o cabelo se necessário
  • remova as coisas desnecessárias carteira, por exemplo, seu plano de saúde dificilmente valerá em outros países, não tem porque carregar
  • remova chaves desnecessárias do chaveiro
Preparação para os previnidos
  • deixe seu itinerário de viagem com pessoas relevantes, para que possam te encontrar
  • para viagem internacional, deixe uma cópia do seu passaporte com elas
  • faça o backup de seu computador e guarde em um local seguro
Transferir responsabilidades
  • tenha certeza que suas responsabilidades no trabalho serão cobertas por outras pessoas na tua ausência, configure uma mensagem de férias no e-mail se possível
 Preparação para viagem internacional
  • tenha certeza que o passaporte e visto estão na validade
  • conheça obrigações de vacinas no destino, e providencie caso necessário
  • prepare-se para restrições de comida no destino
  • aprenda algumas frases importantes na língua nativa do país
  • avise o cartão de crédito sobre a viagem, peça liberação se necessário
  • decida se precisa usar seu número de telefone no destino, contrate o plano pelos dias da viagem se necessário, ou veja como comprar um cartão pré-pago no destino assim que chegar



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Onde você gasta seu Tempo?

Nenhum comentário
“Se você não pode medir, você não pode gerenciar” - Peter Drucker

Você trabalha com computador no seu emprego? Ou tem que fazer trabalhos de escola, faculdade no computador? Muitas vezes percebe que senta na frente do mesmo, fica ali horas trabalhando, e não fez nada do que planejou? Você sabe quanto tempo fica no WhatsApp no celular? Quanto tempo fica no Facebook no celular?

Bom, seu tempo não sumiu, ele foi para algum lugar, e nada como conhecer para onde foi o tempo para poder gerenciar melhor e decidir sobre o mesmo.

Eu também já passei por isso, e por um período eu fiz anotações manuais, usei planilhas e alguns softwares manuais, até que descobri o Rescue Time, é um software para medição de tempo em computadores.

Ele mede quantos minutos você gasta em cada aplicativo e depois exibe em forma de um relatório.



Claro, ele contabiliza apenas o aplicativo ou site que está em foco no computador (o qual você está realmente trabalhando), e classifica automaticamente os aplicativos e sites mais comuns entre produtivo ou distração.

Olhando para o relatório você pode descobrir quanto tempo gasta efetivamente em cada aplicativo (quanto tempo dá somando todas aquelas olhadinhas no WhatsApp de vez em quando?)

Você pode configurar Metas, por exemplo, gastar apenas 1 hora por dia no software de E-mail, e ele vai te avisar quando estiver quase batendo a meta.

O que você está esperando? Faça já o Download, é GRÁTIS!

Fazer Download Grátis do RescueTime

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Perdoe-se

Nenhum comentário

Perdoe-se por não ser o mais rico, o mais magro, o mais alto, o que tem o melhor cabelo.

Perdoe-se por não ser o que tem maior sucesso, o mais bonito ou o que fez o melhor tempo.

Perdoe-se por não ganhar todas as partidas.

Perdoe-se por ter medo.

Mas não seja tolo, nunca perdoe-se por não se importar ou não tentar.

Do original por Seth Godin

Nenhum comentário :

Postar um comentário

E-mail: o Buraco Negro da Produtividade

Um comentário
"28% do tempo dentro das empresas é gasto lendo e respondendo e-mails" - RescueTime

Visito muitas empresas no meu trabalho, e uma coisa que vejo em comum na maioria dos escritórios é o quanto as pessoas se afundam nos emails.

Não é uma questão de receber muitos emails ou spams por dia, mas como as pessoas dão prioridade para isso com a maior naturalidade, sem perceber a draga de tempo e esforço em que se encontram.

É comum um trabalhador de escritório ficar com o email aberto o dia todo, com o popup aparecendo a cada poucos minutos com uma nova mensagem. Isso é extremamente contra a produtividade, tira o foco do que está fazendo, para ver algo que nem sempre é importante ou urgente.

O pior comportamento então é quando um email recebe várias respostas sem uma conclusão, ou quando várias pessoas são copiadas apenas para ficarem cientes, sem precisarem tomar ação ou responder qualquer coisa para aquele trabalho ser realizado.

Se você o seu trabalho não envolve receber pedidos dos clientes por email, sugiro ver menos seu email. (se sua empresa usa um sistema que depende do e-mail para funcionar, sugiro rever o sistema).

O email é a lista de tarefas de outra pessoa, não tem nada a ver com os resultados que você precisa e quer alcançar.

Algumas abordagens para organizar sua caixa de entrada:
  • Evite abrir o email até ter feito as tarefas importantes pela manhã, sei que é um hábito difícil, mas se tiver algum e-mail realmente importante, as pessoas irão te procurar por um canal mais adequado: por telefone ou pessoalmente;
  • Se precisou responder 2 vezes um mesmo assunto, ou se precisar digitar mais de 10 linhas no email, ligue ou vá até a mesa da pessoa, o email não transmite todas as emoções, está sujeito a erros de interpretação, nesse caso, nada melhor que um contato mais humano para responder e explicar algo mais complicado;
  • Não peça para seus colegas e subordinados te copiarem nos emails, eles são responsáveis pelos próprios atos e você só precisa saber sobre algo que possa tomar uma ação;
  • Organize sua caixa de entrada de forma simples: se você pode resolver a questão em poucos minutos, faça já, se vai resolver em outro horário ou se é algo demorado, crie uma pasta para pendencias, se já resolveu, mova para uma pasta de histórico/arquivados, assim você pode se concentrar no que tem que fazer e se livra do peso extra;
  • Feche o programa de email assim que terminar, não vai chegar nada importante, volte a abrir apenas em horários determinados, como antes do almoço, ou depois de ter feito as tarefas importantes da tarde, ficar com o programa de email aberto não te faz trabalhar de verdade,  só te deixa ocupado.
Sei que essas sugestões são uma quebra de paradigma, e vão contra o que as empresas tem pregado nos últimos 20 anos (depois do início da Internet comercial), mas se você medir quanto tempo fica no email todo dia e ver quanto efetivamente resolve de problemas, vai ver que é um dos sistemas menos produtivos que usa no dia a dia.

E você, sabe quanto tempo gasta no e-mail semanalmente? Utilize o aplicativo que indiquei nesse outro artigo para descobrir, é GRÁTIS.


Um comentário :

Postar um comentário

Faça um Dia Melhor :-)

Nenhum comentário


A pior coisa no final de um dia é deitar na cama, sem sono e sem estar cansado e se dar conta que não fez nada produtivo naquele dia, só cuidou para que ele passasse.

A reação mais comum quando se tem tempo livre é ocupar esse tempo, seja passando pelos canais da TV, seja vendo vídeos no Youtube, navegando a esmo na Internet ou xeretando no Facebook.

O que temos de bom no final desse dia? Normalmente nada.

Ao invés de matar seu tempo, faça valer a pena, você só se arrepende do que não fez. Faça uma lista de tudo que pode fazer para melhorar sua vida, organizar sua casa ou agradar um ente querido. Coisas simples e mundanas: colocar os quadros na parede, arrumar o armário, separar roupas para doação, ler um capítulo de um livro, ver um seriado ou filme que você realmente gosta, preparar uma refeição, fazer uma caminhada, visitar um ente querido, jogar um jogo com seu filho, passear com o cachorro, etc. Podem ter coisas nessa lista que você nunca vai fazer, não tem problema.

Quando perceber que  está matando tempo, pare imediatamente o que estiver fazendo, vá procurar algo na sua lista e faça.

Depois de um dia de trabalho isso pode ser difícil, é quando você tende a tomar suas piores decisões, como comer ou comprar compulsivamente, aí que entra a lista: se estiver cansado fisicamente, faça algo que ocupe a mente, se estiver cansado mentalmente, procure algo físico para fazer.

Se a tarefa não precisa ser feita novamente, risque da lista, se pode fazer novamente, faça um risquinho para cada vez, contemple a lista a cada fim de dia, com tudo de bom que já fez, e durma em paz.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não suba na balança

Nenhum comentário

Se você não vai mudar sua dieta e começar a se exercitar, não suba na balança.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não espere nada de volta

Nenhum comentário

Se você ajudou alguém, lavou a roupa para ele, deu uma carona, promoveu a empresa ou site dele, deu conselhos, foi buscar no meio da noite, ele provavelmente irá te decepcionar.

Favores não são para troca, eles desaparecem, são esquecidos, tem valor diferente para quem dá e para quem recebe.

Os melhores favores valem serem feitos por si mesmos, e não porque podem ser retribuídos.

Original por Seth Godin

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Como não comer demais - regime do prato com listrinha

Nenhum comentário
Jogo de Pratos
Essa é uma técnica de "regime" que aprendi com um casal de amigos, que aprenderam com a nutricionista deles, deve ser conhecido na área, mas não para o cidadão comum, então resolvi compartilhar.

É bem simples, tudo que você precisa é um prato com listrinha, ou que tenha uma divisão clara entre a borda e o centro.

O desafio é preencher somente o meio do prato, e isso é tudo que você pode comer. Simples não?

Leia também:
Como não comer demais no restaurante por kilo
Como não comer demais guloseimas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você enche o tanque do carro?

Nenhum comentário

Você enche o tanque do carro quando para no posto? Já pensou quanto tempo gasta nisso?

Vamos lá, pense no processo completo:
  • Perceber que o combustível está acabando (se não perceber, é pior)
  • Decidir abastecer (ou se aquele combustível dá para chegar no trabalho, afinal, você está atrasado hoje)
  • Decidir qual posto abastecer
  • Desviar o caminho habitual
  • Parar no posto
  • Ver se o preço está bom
  • Decidir se coloca álcool ou gasolina
  • Se for gasolina, ver a diferença do preço da aditivada
  • Aguardar o carro da frente ser atendido
  • Aguardar o frentista te dar atenção
  • Pedir para completar
  • Entregar a chave para destravar o tanque de combustível
  • Aguardar o abastecimento
  • Recusar o aditivo que o frentista vai te oferecer
  • Deixar o frentista verificar o óleo e água? 
  • Ver quanto combustível entrou
  • Pagar a conta
  • Lembrar de travar o tanque de combustível
  • Devo mandar calibrar os pneus hoje? (tenho que dar uma gorjeta nesse caso)
  • Decidir se toma o cafezinho ou não
  • Voltar pro carro
  • Dar partida 
  • Finalmente sair...
É muita coisa!!!

Acho o cúmulo pessoas que param no posto de gasolina e pedem "coloca déiz reais"... ou mesmo cinquenta reais, com o valor do combustível, não dá nem meio tanque.

Para cada parada no posto, tem que passar por todo o ritual... é desperdício de tempo, neurônio, poder de decisão.

Tive um carro que abasteci basicamente no etanol (chamava de álcool na época) por um ano inteiro, por conta do valor, foram 79 paradas no posto, 2933 litros (é, eu tenho uma planilha, com gráfico de Km/l e tudo mais), viajei bastante naquele ano, mandei completar todas as vezes.

Se não fosse assim, teria parado no posto mais de 100 vezes, ou a cada 2~3 dias, quanto desperdício.

Hoje rodo bem menos, abasteço a cada 10~15 dias, são cerca de 30 vezes no ano, mesmo assim ainda mando completar o tanque todas as vezes, não me permito parar no posto mais vezes do que o necessário, meu tempo vale mais do que isso.

Mesmo na hora de optar pelo combustível, no álcool eu pararia bem mais, a gasolina faz minhas visitas ao posto serem menos constantes, e hoje em dia praticamente não tem vantagem econômica abastecer com um ou outro.

Fica a dica, seu tempo vale mais do que isso. Pague no cartão de crédito, pegue um cartão fidelidade do posto que fica no caminho do seu trabalho, que seja confiável, acumule pontos, troque por algum brinde no final do ano.

Se tem medo do cartão de crédito, aprenda o método seguro de usar nesse post.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Manifesto Brasil 2.0

Nenhum comentário
A copa terminou,  a seleção brasileira infelizmente não ganhou, e agora é a hora criar um novo Brasil.

Um Brasil onde não tem corrupção, os serviços públicos funcionam, e as pessoas se respeitam e dão seu melhor para isso acontecer.

Mas para isso a transformação tem que começar com cada um de nós, nas pequenas ações do dia a dia: respeitar sinal verde,  respeitar a faixa de pedestre, só atravessar na faixa de pedestres, não furar filas, dar a preferência para idosos e gestantes.

Não pode ficar só nas gentilezas, tem que acontecer no financeiro também: não aceitar troco a mais (o prejuízo sai do funcionário do caixa), não sonegar impostos, usar o seguro desemprego para seu fim, que é apenas para suprir as necessidades enquanto procura um novo emprego, e não viver de fazer "acordo"  para receber o seguro desemprego e ficar sem fazer nada. Cada um desses pequenos atos é corrupção, só porque o dinheiro é menos não descaracteriza o ato.

Não sou contra os programas assistenciais do governo, acho até que eles tem um papel importante na redução da pobreza, mas não é correto forjar documentos para ter o benefício, sem ter a necessidade real do benefício, é outro ato de corrupção e falta de ética e respeito.

O que diferencia o Brasil de um país de primeiro mundo é justamente esse senso de responsabilidade que cada cidadão tem, cada um cumprindo seu dever para depois cobrar seus direitos, e não o contrário, muitas vezes a mídia mostra gente reclamando pelos direitos, mas que não pensa nos seus deveres.

E o dever acontece também nas urnas, fique de olho se seu candidato realmente tem um plano de governo, ou se seu histórico tem corrupção, ou mesmo a turma que ele anda, a maioria de nós é uma média das pessoas com quem nos envolvemos, se seu candidato nomeia corruptos para cargos de confiança, grande chance dele estar na média e ser um corrupto.

Vamos criar o Brasil que merecemos AGORA, e não no futuro, e  isso começa com cada um de nós, conscientize seus amigos também compartilhando esse manifesto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avançando na Técnica do Tomate

Nenhum comentário


Já tratei num post anterior sobre a Técnica Pomodoro, e os benefícios para melhorar a produtividade.

Aqui vão mais algumas ideias, para avançar na técnica:
  • Meça seus trabalhos em "pomodoros", o tempo para resolver um problema específico deve ser registrado
  • Passe a criar metas de trabalho para as tarefas: resolver um problema específico para um cliente em 2 pomodoros
  • Se possível, não permita distrações durante os pomodoros. Se teu trabalho não exige estar disponível 100% do tempo, coloque o telefone no mudo, feche o e-mail e programas de mensagem instantânea
  • Divida o tempo de um pomodoro: os primeiros minutos para recapitular onde estava, e os últimos minutos para revisar o que foi feito
  • Distribua seu período de trabalho em pomodoros (tenho 5 pomodoros pela manhã e 7 à tarde), e encaixe as tarefas em cada intervalo
Para ajudar, seguem alguns aplicativos:
    Veja mais em:
    Pomodoro Technique (em inglês)
    Develop Good Habits (em inglês)

    PS. se você acha muito difícil começar a estabelecer as metas do tempo, comece pelo menos medindo onde você gasta seu tempo com o aplicativo que indico nesse outro artigo.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    A Técnica do Tomate

    Nenhum comentário




    "O trabalho se expande de modo a preencher o tempo disponível para a sua realização" - Lei de Parkinson

    É comum trabalhar por horas a fio em uma tarefa ou projeto, refinando a mesma até ficar perfeita. Sinto isso no meu dia a dia, tentando escrever uma matéria, um pedaço de código, ou mesmo uma apresentação de conceito ou de produto, o tempo para realizar uma tarefa tende a se estender, como diz a Lei de Parkinson.

    Uma maneira de resolver isso é adotar a Técnica Pomodoro.

    O nome da técnica é porque o autor utilizava um relógio de cozinha em formato de tomate.

    Ela se consiste basicamente no seguinte:
    • Escolher uma tarefa (aí vem à mão o caderno de Pendêngas)
    • Colocar um alarme para 25 minutos
    • Trabalhar até o alarme tocar, registrar com um X
    • Dar uma pausa de 3 a 5 minutos
    • A cada 4 "pomodoros" fazer uma pausa de 15 a 30 minutos
    Durante a execução da tarefa, não permitir nenhum tipo de distração como celular, e-mail, facebook, feche tudo e deixe off-line.

    No intervalo de 3 a 5 minutos, relaxe a mente, vá tomar água (2 litros de água por dia), café, espreguiçar-se, conferir o Facebook ou E-mail, só cuidado para não se distrair demais.

    Com essa técnica simples, é possível alcançar altos níveis de produtividade sem muito esforço.

    Referência: Wikipedia

    PS. se você acha muito difícil começar a estabelecer as metas do tempo, comece pelo menos medindo onde você gasta seu tempo com o aplicativo que indico nesse outro artigo.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Trabalhando suas Metas

    Nenhum comentário


    Num artigo anterior falei que a forma de transformar sonhos em realidade era escrevendo Metas, e dei a dica das Metas S.M.A.R.T.

    Bom, depois de definir as metas, como começar a trabalhar nelas?

    O primeiro passo é escrevê-las, pode usar o mesmo caderno de anotação do dia a dia, para tê-las sempre contigo, mas use uma parte especial, talvez as últimas folhas, para chegar nelas mais facilmente.

    Com elas escritas, revise-as periodicamente, no mínimo uma vez por semana passe por elas, e pense o quanto você já fez para chegar lá, e trace planos para a próxima semana.

    A ideia de criar esse hábito é para que você possa sempre se policiar na hora de tomar alguma decisão, por exemplo, resistir àquela sobremesa para atingir a meta dos 10Kg a menos até o dia do casamento.

    A outra forma efetiva de atingir a meta é se comprometer com alguém. Conte a alguém próximo dos teus planos, não precisa expor os detalhes, mas se você disser: "quero estar 10Kg mais magra até o casamento", a chance é que, se essa pessoa é realmente tua amiga e está presente no teu dia a dia, vai evitar te oferecer guloseimas, vai te convidar para uma caminhada ou para a academia, ou pelo menos ficar te cobrando de tempos em tempos sobre seus hábitos para atingir aquela meta.

    Resumo:

    • Escreva suas metas
    • Fale com alguém sobre suas metas
    Isso vai deixar tudo mais fácil.




    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Transformando Sonhos em Realidade (SMART)

    Nenhum comentário


    A maioria das pessoas não sabe transformar um sonho em realidade, e a melhor forma de fazer isso é escrever uma Meta!

    Mas escrever uma Meta não é um processo simples, se ela ficar muito vaga, continua sendo apenas um sonho, por isso, o método S.M.A.R.T. (smart em inglês = inteligente) ajuda a escrever uma Meta realista e como realizar 

    S = Específico (specific) - dizer exatamente o que você quer alcançar
    M = Mensurável - indicar exatamente a quantidade que você quer
    A = Alcançável - criar uma meta realista, que possa ser alcançada, e indicar como fará isso
    R = Realizável - a meta te realizará pessoalmente
    T = Temporal - a meta tem data para ser alcançada

    Saindo da teoria, vamos para alguns exemplos:

    Alguém que quer comprar uma TV, poderia escrever assim:

    S = TV 42" LED (se tiver uma marca preferida, pode escrever até a marca)
    M = No valor de R$ 1.642,00
    A = Economizando R$ 140,00 por mês deixando de almoçar fora
    R = Para poder assistir aos jogos da Copa
    T = Até Jun/2014

    Alguém que quer perder peso, pode escrever:

    S = Emagrecer
    M = 10Kg
    A = 1Kg a cada 2 semanas, preferindo alimentação saudável durante a semana
    R = Para caber no vestido de formatura
    T = Até Jan/2015

    Para ser um pai melhor:

    S = Ser um pai melhor
    M = Passar 1h pelo menos brincando e educando todo dia
    A = Concentrando no trabalho para terminar o expediente às 18h e ir para casa
    R = Para realização pessoal
    T = Iniciando a partir de hoje

    Vale a pena escrever as metas para as principais realizações pessoais e profissionais, por exemplo:

    - Para comprar um carro
    - Para o casamento
    - Meta para ter a casa própria
    - Para conseguir um diploma, indicando inclusive as notas que quer tirar
    - Para terminar um determinado projeto
    - Para lançar um novo produto

    O S.M.A.R.T. é um método que permite pensar de forma racional todas essas metas e como alcançá-las!





    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Sobrecarga...

    Nenhum comentário


    Enquanto lê essa sentença, assobie sua música favorita e escreva os primeiros 15 números primos, em ordem crescente.

    Essas três tarefas, relativamente fáceis de fazer separadamente, são impossíveis de se fazerem ao mesmo tempo. Se você tentar, vai acabar dividindo cada uma em pequenos pedaços e alternando, quase ao certo diminuindo a velocidade e qualidade do trabalho em cada uma.

    Carga cognitiva nos atrasa, nos distrae e diminui a qualidade do trabalho que fazemos.

    Nós podemos gerenciar um pouco de distração, de fato, em muitos casos, um pouco de distração faz as coisas melhores.
    Ir andar, por exemplo, pode fazer o pensamento fluir mais do que ficar em um quarto escuro e silencioso.
    A pergunta chave para qualquer um desenvolvendo software, rodovias ou  estudando é se estão escolhendo adicionar distração produtiva ou não para a carga que já tem.

    E para aqueles tentando ser produtivos, perceber que você tem uma escolha sobre quais ferramentas e entradas você irá aceitar para adotar ou ser distraído, a decisão é sua!

    Do original por Seth Godin  

    Ps. algumas coisas não são uma distração direta, mas, por exemplo, ficar pensando em uma tarefa que precisa ser feita afeta quase da mesma forma. Eu tratei em um post anterior uma técnica para tirar essas coisas e manter a atenção no que realmente interessa, o agora.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    "Não" é essencial

    Nenhum comentário

    Se você acredita que deve manter suas promessas, tratar cada compromisso como se fosse uma oportunidade de transformação, a única forma de fazer isso é abrindo mão de algumas oportunidades.

    "Não, não posso encontrar com você", "Não, não posso te vender nesse preço", "Não, não posso fazer esse serviço", "Não, não poderei ir à sua festa", "Não, não posso te ajudar". Desculpe, mas não posso! Não se eu quiser fazer as coisas de forma que as pessoas valorizem meu trabalho.

    "Não" é o fundamento para fazer o "Sim" ser pra valer!


    Tradução livre do original, por Seth Godin

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Criando bons hábitos

    Nenhum comentário


    Como já comentei, hábitos são a base para nossa melhoria como seres humanos.

    Tenho uma técnica simples para a criação de bons hábitos e para eliminar os maus hábitos:
    • Faço algo para facilitar os bons hábitos
    • Faço algo para dificultar os maus hábitos
    Simples assim, por exemplo:
    • Para quebrar o hábito de gastar além da conta em coisas não essenciais, a reserva do Dinheiro Livre consegue resolver a parte para a diversão, conservando a parte importante das contas do mês
    • Para quebrar o hábito de comer guloseimas demais, a Técnica do Potinho resolve, fica mais difícil levantar para pegar mais depois que o filme começou
    • Para evitar esquecer de pagar uma conta, basta usar o Debito Automático
    • Para não gastar nas lojas ao almoçar no shopping, uso algumas soluções simples como sempre almoçar com alguém
    • Para não comer demais no restaurante por quilo, a Técnica de Preencher o Prato funciona bem
    Outras pequenas coisas que facilitam minha vida:
    • Um porta chaves junto da entrada de casa, não me deixa esquecer as chaves ao sair, e fica fácil lembrar de colocar as chaves ali ao entrar, também deixo ali documentos que precisam sair ou serem levados para algum lugar
    • A garrafinha de água sempre perto facilita tomar os 2 litros de água por dia
    • Anotar sempre as ideias e tarefas assim que eles veem a mente, cria uma lista de tarefas que depois posso consultar e organizar em um Mapa Mental, sem esquecer de nada
    • Alguns convites de aniversário hoje em dia são imãs de geladeira, isso é ótimo para fixá-los na geladeira, um local que você visita todo dia
    Pense em como pode fazer isso, facilitar um hábito bom, e dificultar um hábito ruim:

    • Quer parar de fumar? Compre apenas 1 maço de cigarro por vez, sempre que acabar, você tem que ir no bar mais próximo para comprar outro. Leve apenas 1 cigarro para fora por vez, se quiser outro, vai ser mais difícil ir e voltar
    • Quer emagrecer? Leve as roupas da academia, a raquete ou a bola para o trabalho, contrate uma academia que seja caminho entre seu trabalho e sua casa, assim diminuem as justificativas para não frequentar a mesma
    Nós humanos somos movidos pela lei do menor esforço, tudo que puder fazer para facilitar a vida, ajuda.

    Se tiver alguma dica para compartilhar, deixe seu comentário!

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Hábitos e disciplina

    Nenhum comentário
    Hábitos são ações que tomamos no dia a dia automaticamente, sem mesmo nos darmos conta, e bons hábitos nos levam para um dia a dia  melhor, enquanto que hábitos ruins nos arrastam e seguram nossa evolução.

    A construção de novo hábitos pode ser um desafio e tanto, mas o primeiro passo é a motivação. Tem que dar o primeiro passo.
    Estátua de Confúcio

    Confúcio já nos dizia:
    "Quem ouve,  esquece
    Quem vê, lembra,
    Quem faz, aprende"

    Ou seja, só partindo para ação para criar os bons hábitos.

    Vou abordar esse assunto mais vezes, fiquem ligados.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    "Eu não tenho tempo para isso"

    Nenhum comentário

    Essa é uma reclamação bem comum, não tenho tempo para estudar, para um hobbie, para cuidar da casa, do jardim, abrir um novo negócio, fazer uma viagem.

    Isso na verdade significa: "não é importante o suficiente", não é prioridade, não é divertido, não é lucrativo ou urgente o suficiente para ir no topo da lista.

    Todo dia o Twitter e o Facebook sugam milhões de horas "livres". De onde esse tempo livre veio? O que fazíamos antes da rede social? Não eramos ocupados a 5 anos atrás?


    Ficar sem tempo é um eufemismo, e uma análise inteligente percebe que é uma mensagem sobre outra coisa. O tempo é finito para todos nós, mas, ao contrário do dinheiro, é reabastecido a cada segundo. As pessoas estão sempre recalibrando quais compromissos irão participar, quais filmes irão assistir, quais livros não irão ler.

    A solução não é dar para as pessoas mais tempo (não tem como), é redefinir a urgência, prioridade e o desejo.

    Tradução livre do original por Seth Godin.



    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Reembolso do Imposto de Renda

    Nenhum comentário

    Se você é um dos brasileiros afortunados*, que tem que declarar imposto de renda, teve o mesmo retido na fonte e tem reembolso a receber, essa é uma boa hora de fazer a diferença na sua vida financeira.

    Muitos usam esse dinheiro para um agrado pessoal, o que não é totalmente errado, mas pense em usar parte desse dinheiro para melhorar sua situação financeira.

    Use-o para quitar alguma dívida, ou o cartão de crédito, iniciar um fundo de reserva, ou para fazer um investimento na aposentadoria, esse dinheiro pode ser toda uma diferença para o futuro você daqui 30 ou 40 anos.

    Se preferir materializar em algo,  pense um investir na sua casa, algo que esteja ali com você pelos próximos 10 anos, pintar algum cômodo, trocar o piso de outro, consertar o telhado, ou mesmo comprar um colchão novo para melhores noites de sono. Se você ainda não tem sua casa, esse dinheiro pode ser parte da entrada do seu terreno ou apartamento, vai ser muito recompensador no futuro lembrar como tudo começou.

    * Digo afortunados pois apenas cerca de 12 milhões de brasileiros estão nessa situação, outros 12 milhões tiveram que pagar mais impostos e outros 166 milhões nem tiveram renda suficiente para ter que declarar imposto de renda.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Como tomar 2 litros de água por dia

    Nenhum comentário
    Todo mundo já ouviu a história de tomar no mínimo 2 litros de água por dia, tem artigos que até exageram, dizem para tomar 6 litros, tomar água alcalina, e tem até uma mulher que toma 25 litros de água por dia.

    Exageros a parte, nosso corpo é composto de 65% de água, transpiramos o tempo todo (principalmente no Brasil) para manter a temperatura corporal e a água é fundamental para diversas funções do organismo.

    Daí vem o desafio, como tomar os flamigerados 2 litros de água por dia? Ok, uma parte está nos alimentos, frutas, sucos e até no café, mas eu não consigo, por exemplo, encher um copo do nada e tomar tudo. Sem contar o transtorno de ter que levantar do sofá, ir até a cozinha, pegar o copo, abrir a geladeira, pegar a garrafa, esperar encher o copo pra só depois tomar. Ou mesmo no escritório, parar uma tarefa de extrema concentração para ir tomar água.

    A solução que encontrei foi sempre ter um squeeze ou uma pequena garrafa à mão. Particularmente, gosto muito das garrafas de Gatorade, a boca larga sacia a sede muito bem, sempre mantenho algumas cheias de água na geladeira, daí, quando vou para uma tarefa de mais longo prazo (assistir um filme ou seriado, trabalhar no computador ou ler um livro), levo uma delas comigo. De tempos em tempos tomo um gole, o suficiente para matar a sede instantânea, assim é fácil consumir 3 ou 4 durante o dia, e a temperatura está quase sempre no ponto.

    Só uma dica, evite fazer isso à noite, como tudo que entra sai, com a água não é diferente, só que a água que você beber entre 20h e 23h vai sair de madrugada, e ninguém merece sair da cama :-)

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Como não comer demais no restaurante por kilo

    Nenhum comentário


    Depois da dica de como não comer demais em casa, agora vai uma dica para não comer demais fora de casa.

    Os restaurantes por kilo existem aos montes, com tamanhos e ofertas das mais variadas, normalmente são uma ótima opção para almoçar rápido e barato.

    Mas eles fazem tudo para você comer mais do que o necessário, os pratos são grandes, tem diversos tipos de carne, saladas das mais variadas, massas cheias de recheio, e uma fila enorme de pessoas atrás de você, julgando o que você pega e reclamando se você ficar indeciso por um momento.

    E eles fazem isso no momento que você está mais frágil, com fome, sede e desnutrido. Como resolver isso?

    A regra que funciona pra mim é simples, se o prato é grande, tem que encher... começa pela salada, como todo nutricionista recomenda. Mas não inventa de fazer uma viagem pra salada, outra pros carboidratos e outra pra carne, isso não vale.

    Primeiro dê uma passeada nas bandejas antes de começar a pegar, decida se vai comer massa ou arroz e feijão, veja se tem a carne que você mais gosta, priorize o que te dê prazer, depois volta pro início.

    Coloca algumas folhas de alface no prato, cubra metade dele, e alguns legumes em cima pra não sair voando, pronto, metade do prato está cheio, agora só resta metade para os carboidratos e proteínas. Se precisar, no meio do caminho, dê uma empurradinha no alface, com o tempo você pega o jeito.

    Ah, não gosta de salada? Vai comer sobremesa né? Coloca nessa primeira pratada... pra mim isso é regra, no restaurante por kilo que eu frequento a sobremesa fica no final da fila (normalmente um doce caseiro), eu passo primeiro nela e coloco no prato, como fica escorrendo o caldo do doce, essa região do prato fica proibida de receber qualquer coisa salgada, e pronto, uma boa parcela do prato está preenchida, dá até pra escapar da salada.

    Simples assim, duas regrinhas simples para resistir à tentação e ainda satisfazer as vontades.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Almoço no Shopping

    Nenhum comentário


    Morar ou trabalhar em cidades grandes é um desafio e tanto. Estando longe de casa, é comum almoçar na rua, em restaurantes e principalmente dentro de shoppings ou galerias de lojas.

    Mas todo o projeto dos shoppings é feito para aumentar o consumo, com vitrines brilhantes, produtos expostos, promoções das mais diversas, cafeterias, doces, chocolates, uma tentação atrás da outra, e normalmente para chegar na área de alimentação você tem que passar por todas essas tentações.

    Almoçar dentro de um shopping é o primeiro passo para aumentar o consumo, então, como resistir?
    • Tempo: aperte o prazo do seu almoço, se você tem 1h para almoçar, e precisa caminhar 20 minutos entre ida e volta ao restaurante, come em cerca de 20 minutos, te sobram 20 minutos para perambular pelos corredores ou lojas. Coloque algum hábito saudável junto: ler 20 minutos de um livro, fazer uma caminhada no parque próximo, ou mesmo voltar 20 minutos mais cedo pro trabalho para sair 20 minutos mais cedo no final do dia (se sua empresa permitir), de modo que ocupe o tempo e a cabeça
    • Companhia: sempre almoce com alguém, aliás essa dica fica para todo dia, converse com a pessoa, fale dos filhos, estudos, carro, futebol, trabalho, qualquer coisa, mas focando na conversa, as vitrines passam desapercebidas. Só cuidado para não ir com alguém que para em todas as vitrines e lojas :-)
    • Dificulte a compra por impulso, leve apenas o ticket refeição, ou somente dinheiro suficiente para pagar o almoço e um documento de identificação, deixe a carteira no escritório ou no carro (é até um alívio carregar menos peso). Mesmo que encontre uma "promoção imperdível" no caminho, você terá que ir buscar o cartão de crédito, e nesse caminho pensa se a promoção é realmente imperdível, consulta outras lojas, etc.
    Para mim esses três sempre funcionaram, quando estou em trabalho nas cidades grandes, o tempo "economizado" no almoço serve para adiantar o trabalho e voltar pra casa mais cedo; quando almoço na rua, sempre levo alguém pra conversar; e numa época que eu almoçava todo dia em restaurante, eu tinha uma conta lá, pagava uma vez por mês, então não precisava ter dinheiro ou cartão na mão, as compras por impulso quase nunca me pegaram.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    "Dinheiro Livre"

    Nenhum comentário


    Uma das maiores dificuldades para criar um orçamento, além do hábito de anotar tudo o que gasta, e preencher na planilha de planejamento, é como controlar as pequenas compras e gastos com diversão, sem entrar no vermelho todo mês.

    Uma vez colocado as contas principais (água, luz, cartão de crédito) em débito automático, as finanças passam a funcionar meio que em piloto automático, precisando de poucas interações para fazer tudo acontecer.

    Só que é difícil criar um orçamento pro futuro sem colocar algumas previsões de gastos com diversão.

    Para isso, use na planilha de planejamento um item chamado "dinheiro livre" ou simplesmente "diversão", destine uma parte pra ele.

    Por exemplo, para alguém que tenha uma renda de R$ 2.000,00 por mês, pode decidir reservar R$ 200,00 para diversão. Dessa reserva paga as pizzas, chopp, cinema, etc. Terminando essa grana, nada além disso vai ser gasto em diversão.

    Um casal pode usar desse benefício, cada um contribui para o pagamento das contas principais da casa, mas cada um teria uma quantia para gastar sem nem precisar avisar o outro, no que quisesse.

    O ideal, no início, é até sacar essa quantia, e pagar as contas de diversão com o que tem no bolso (separe em uma parte diferente da carteira das contas do dia a dia, como ônibus, restaurante, etc). Assim não corre o risco de extrapolar.

    O melhor de ter essa "reserva técnica" é poder satisfazer algumas vontades, sem extrapolar o orçamento.


    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Iniciando no cartão de crédito

    Nenhum comentário


    O cartão de crédito pode ser uma armadilha, assim que você abre uma conta no banco, recebe um, começa a gastar e quando se dá conta, não consegue pagar a fatura.

    O problema aí é que aquele pedaço de plástico não parece representar o dinheiro que você tem, é como se por mágica, você pudesse entrar numa loja e pegar o que quiser. Já que o dinheiro não existe, imagina a encrenca de achar que não gastou.

    Por conta disso, muita gente nunca usa cartão de crédito, com medo de cair na armadilha.

    O cartão não é de todo mau, ele te dá crédito, não precisa ficar sacando dinheiro no caixa eletrônico, apresenta uma fatura detalhada do que foi gasto, e a maioria tem um programa de recompensas, que permite trocar por bens, viagens, assinaturas de revistas, descontos e até por dinheiro.

    Então, como usar o cartão de crédito de forma segura e tirar proveito?

    Simples, use-o como meio de pagamento normal, mas no mesmo dia, entre no Internet Banking e separe a mesma quantia de dinheiro gasto em um investimento secundário. O ideal é que seja uma aplicação de Curto Prazo (a maioria dos bancos oferece isso), com baixo risco e saque imediato.

    Essa aplicação irá acumular a quantia suficiente para pagar a fatura, só que normalmente ela tem rendimento diário, ou seja, você gasta R$ 50,00 para abastecer o carro hoje, deposita essa mesma quantidade na aplicação, e resgata daqui 30 dias para pagar a fatura.

    Com isso o dinheiro na conta corrente fica independente, e o dinheiro para pagar o cartão de crédito garantido. O melhor de tudo é receber juros por isso.

    Alguém que movimenta R$ 1.000,00 por mês no cartão de crédito pode lucrar até R$ 5,00 no mês! Parece pouco? Faça por um ano e são R$ 63,00 (com correção) mais 12.000 pontos para trocar.


    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    A história do dinheiro

    Nenhum comentário



    Essa é uma história, sobre dinheiro.

    Dinheiro não é real. É um método de troca, uma unidade que nós trocamos por algo que realmente precisamos ou valorizamos. Ele vale algo porque concordamos que vale algo, porque nós concordamos que pode ser trocado por algo.

    Mas tem algo mais poderoso acontecendo aqui. Nós não necessariamente concordamos, porque cada pessoa valoriza o dinheiro baseado em histórias que conta para si mesmo sobre isso.

    Nossa conta no banco é meramente um número, bits representados em uma tela, mas é também um sinal e um sintoma. Nós contamos a nós mesmos uma história de como conseguimos aquele dinheiro, o que ele diz sobre nós, o que vamos fazer com ele e como outras pessoas nos julgam.

    Nós nos contamos a história de como ele pode crescer, ou mais vividamente, como pode desaparecer ou encolher ou ser tomado de nós. E essas histórias, poderosas e não declaradas, impactam a narrativa de somente todo o resto do que fazemos.

    Então sim, existe o dinheiro. Mas antes do dinheiro, existe uma história. Acontece que, se você mudar a história, o dinheiro também muda.

    Tradução livre do original, autor Seth Godin

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Segurando a onda nas compras online

    Nenhum comentário


    Compras online são muito cômodas e práticas, mas de tão práticas, são uma armadilha que podem levar à uma compra por impulso de algo que não era necessário, levando a problemas financeiros.

    Algumas condutas simples podem resolver isso, pelo menos pra mim funciona:
    • Parar de visitar esses sites nos momentos vagos 
    Eles não estão na sua lista de tarefas, dá uma olhada lá que tem mais coisa pra fazer.
    • Remover o cartão de crédito nas lojas onde ele estiver salvo (incluindo contas no Paypal, PagSeguro, Bcash, etc)
    Isso ajuda inclusive a proteger contra roubo de dados, se acontecer uma invasão no site, seu cartão não cairá na mão de ladrões. Os poucos segundos que você leva para pegar o cartão, é o suficiente para pensar a respeito da compra, se é realmente necessária e se aquele é o momento correto.
    • Desinscrever das ofertas enviadas por e-mail diariamente
    Mas desinscrevendo das ofertas por e-mail você pode perder algum cupom de desconto interessante, então, o que fazer?

    A maioria dos descontos são publicados em sites especializados no assunto, basta procurar por Cupom de Desconto no Google que você encontra vários. Alguns são inerentes ao Cartão de Crédito, descubra se seu cartão oferece desconto em alguma loja.

    Se isso não funcionar, crie uma conta de e-mail em algum serviço gratuito, e inscreva essa conta para o recebimento das ofertas. Esses e-mails não precisam aparecer na sua caixa de entrada todo dia, deixe acumular lá, e quando for comprar um item específico, vá nessa caixa de e-mail e busque pela oferta.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Débito automático - usar ou não usar?

    Nenhum comentário


    Conheço algumas pessoas que não usam o débito automático por uma única e simples razão: se uma conta vier cobrando errado, vai pagar a mais.

    Mas, convenhamos, quantas contas de energia elétrica/água/telefone/condomínio/internet/qualquer outra coisa veio errada para você no último ano?

    O débito automático é uma excelente forma de economia de tempo.

    Vamos fazer as contas: considerando as contas básicas: água, energia, telefone e condomínio que boa parte da população tem, são 4 contas, em 12 meses: 48 códigos de barras para serem digitados, ou escaneados e autorizados para pagar.

    Se você for um bom digitador, consegue pagar cada conta em mais ou menos 1 minuto, são 48 minutos economizados no ano se colocá-los em débito automático.

    Desse tempo economizado, caso uma das contas venha errado, você consegue cancelar o pagamento e resolvê-la em metade desse tempo, ainda sobrou tempo!

    Tem mais benefícios:
    • Correios em greve? tudo bem, não precisa ter o boleto!
    • Vai viajar? tudo bem, a conta vai ser paga!
    • Uma coisa a menos na cabeça para lembrar.
    • A conta é paga exatamente no dia que precisa ser paga, você pode se beneficiar de rendimentos de juros (que tratarei em outro artigo).
    Ah, sobre o medo de pagar a mais por uma conta, basta dar uma olhada na mesma quando a mesma chegar, normalmente alguns dias antes. Tirando o governo, nunca vi nenhuma empresa ficar com dinheiro a mais, você consegue o reembolso em dinheiro ou então abatimento em uma próxima conta muito fácil.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Como não comer demais guloseimas

    Nenhum comentário
     
    Essa técnica é relativamente nova pra mim, era fácil chegar em casa depois de um dia de trabalho, depois do banho e janta, ligar a TV num seriado ou filme, pegar um saco de Sucrilhos ou alguma outra guloseima, e comer direto do saco.

    Normalmente eu comia muito além do necessário, já tinha saciado a fome antes, mas queria comer alguma guloseima para fechar o dia, e o saco ali era um convite muito tentador.

    Resolvi isso de uma forma muito simples, passei a colocar o Sucrilhos, Crunch, Froot Loops, bolacha Óreo, ou seja lá o que for em um pequeno pote (como esses aqui) para levar para a sala.

    Tentei antes pegar duas ou três bolachas e ir para a sala, mas isso não satisfazia, e eu voltava pra cozinha e pegava mais, até que encontrei um pote na medida certa!

    O pote é grande o suficiente para satisfazer minha vontade, mas pequeno o suficiente para garantir que eu não coma demais.

    Depois que o seriado ou filme está rolando, e o pote termina, dificilmente tenho vontade de ir buscar mais, só um pouco de água.

    Isso me tirou uns 2Kg a médio prazo, além de tirar a sensação de estufado que ficava depois de comer um saco de Sucrilhos.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Planilha para planejamento Financeiro

    Um comentário


    Para ajudar algumas pessoas que não tem tanta habilidade com documentos Office, preparei essa planilha no Google Docs, basta acessá-la e salvar como uma cópia para poder editar, ou então fazer download para editar no seu computador.

    O preenchimento é bem simples, pegue as anotações anteriores que você fez no bloco, ou então do cartão de crédito ou débito, vá abrindo linhas conforme necessário e digitando suas despesas. O mês de Janeiro está preenchido como exemplo com várias anotações, faça as alterações conforme necessário.

    Se você for iniciar em outro mês que não janeiro, comece lançando o saldo atual da conta corrente, carteira, conta poupança, etc. (mesmo se for negativo).

    Preencha a primeira coluna com o dia do mês, depois com uma descrição da despesa ou receita, o valor previsto (para criar um orçamento), e o valor realizado (use o número no negativo para indicar despesa). Atualize o valor previsto para ficar igual ao realizado, o importante não é o previsto do mês corrente, mas sim o dos meses seguintes.

    Para as categorias, basta usar o nome que for mais conveniente, eu deixei preparado para sumarizar do lado direito mais algumas linhas, basta digitar o nome ali e o gráfico do mês será atualizado automaticamente.

    Faça download da planilha de exemplo

    Ps. observe que a planilha previamente preenchida é um bom exemplo, onde mês a mês vai acumulando dinheiro do mês anterior, se você não tem essa disciplina ainda, fique atento que vou abordar isso em outra postagem.

    Um comentário :

    Postar um comentário

    Criando um orçamento

    Nenhum comentário

    Um dos pontos importantes da vida é a disciplina com o dinheiro. O ponto forte para riqueza é gastar menos do que ganha, ou ganhar mais do que se gasta, e isso só é possível criando um orçamento

    Mas criar um orçamento para o futuro é complicado, então a melhor maneira é olhar para trás.

    Nesse ponto o pagamento com cartão de crédito ou débito ajuda, olhando o extrato, estarão lá todas as saídas de dinheiro. Mas esses pedaços de plástico também são vilões.

    Voltando ao tópico, olhe para uma fatura do cartão anterior, classifique as todas despesas em categorias que façam sentido para você, por exemplo: Casa, Alimentação, Carro, Diversão, Investimento, Outros (essas são as minhas), e veja quanto você gastou em cada uma delas.

    Se você não usa cartão, ou usa dinheiro em várias compras do dia a dia, o mesmo caderninho de anotar as Pendêngas serve para anotar as despesas (não precisa anotar no detalhe o preço de uma banana, basta: Açougue 13/Mar: R$ 56,00, Mercado 14/Mar: R$ 70,14, Combustível 14/Mar: R$ 95,00). Uma vez por mês pelo menos, passe a limpo todas as despesas e some nas categorias, você passa a ter uma noção onde seu dinheiro está indo, e pode tomar alguma decisão sobre onde irá gastar daqui pra frente.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Pendêngas!

    Nenhum comentário
    Para começar de algum lugar, para criar a disciplina, organizar o tempo, conseguir mais tempo, a primeira coisa é organizar a lista de tarefas a fazer.

    Uma dica é ter um pequeno caderno de rascunho e caneta (ou mesmo uma folha de papel) ou um smartphone sempre à mão, para anotar as pendências quando elas vem na cabeça.



    Depois você resolve como ou quando vai executar, mas um ponto importante é tirar da cabeça, isso alivia a mente, te dá mais foco, deixa dormir em paz.

    Quando não anotar? Só se a tarefa pode ser executada nos próximos 5 minutos e você não está fazendo mais nada. Mas se no meio você lembrar de outra coisa, para e anota essa outra coisa e termina o que está fazendo.

    O importante é que tudo o que precisa ser feito, e não for ser feito imediatamente agora, esteja em um local que não na sua cabeça.

    Depois, no próprio caderno de anotações, vai riscando o que já foi executado, além da sensação de completeza, conforme termina uma folha pode arrancá-la e amassá-la com vontade, e fazer uma cesta no lixo :-)

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário

    Como criar auto disciplina?

    Nenhum comentário
    Iniciei esse Blog com a ideia de ajudar pessoas de qualquer lugar a criar uma rotina mais saudável, comprometida e que possa trazer resultados duradouros para a vida.

    Tomo como base experiências pessoais, de amigos e conhecidos, coisas que aprendi por tentativa e erro, outras que aprendi em livros, matérias, outros blogs, etc.

    Sempre que puder vou sugerir conteúdos, ou exercícios práticos e simples. Não costumo escrever muito, então não espere histórias, só postagens simples e objetivas, como essa :-)

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário