Como não comer demais - regime do prato com listrinha

Nenhum comentário
Jogo de Pratos
Essa é uma técnica de "regime" que aprendi com um casal de amigos, que aprenderam com a nutricionista deles, deve ser conhecido na área, mas não para o cidadão comum, então resolvi compartilhar.

É bem simples, tudo que você precisa é um prato com listrinha, ou que tenha uma divisão clara entre a borda e o centro.

O desafio é preencher somente o meio do prato, e isso é tudo que você pode comer. Simples não?

Leia também:
Como não comer demais no restaurante por kilo
Como não comer demais guloseimas

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Você enche o tanque do carro?

Nenhum comentário

Você enche o tanque do carro quando para no posto? Já pensou quanto tempo gasta nisso?

Vamos lá, pense no processo completo:
  • Perceber que o combustível está acabando (se não perceber, é pior)
  • Decidir abastecer (ou se aquele combustível dá para chegar no trabalho, afinal, você está atrasado hoje)
  • Decidir qual posto abastecer
  • Desviar o caminho habitual
  • Parar no posto
  • Ver se o preço está bom
  • Decidir se coloca álcool ou gasolina
  • Se for gasolina, ver a diferença do preço da aditivada
  • Aguardar o carro da frente ser atendido
  • Aguardar o frentista te dar atenção
  • Pedir para completar
  • Entregar a chave para destravar o tanque de combustível
  • Aguardar o abastecimento
  • Recusar o aditivo que o frentista vai te oferecer
  • Deixar o frentista verificar o óleo e água? 
  • Ver quanto combustível entrou
  • Pagar a conta
  • Lembrar de travar o tanque de combustível
  • Devo mandar calibrar os pneus hoje? (tenho que dar uma gorjeta nesse caso)
  • Decidir se toma o cafezinho ou não
  • Voltar pro carro
  • Dar partida 
  • Finalmente sair...
É muita coisa!!!

Acho o cúmulo pessoas que param no posto de gasolina e pedem "coloca déiz reais"... ou mesmo cinquenta reais, com o valor do combustível, não dá nem meio tanque.

Para cada parada no posto, tem que passar por todo o ritual... é desperdício de tempo, neurônio, poder de decisão.

Tive um carro que abasteci basicamente no etanol (chamava de álcool na época) por um ano inteiro, por conta do valor, foram 79 paradas no posto, 2933 litros (é, eu tenho uma planilha, com gráfico de Km/l e tudo mais), viajei bastante naquele ano, mandei completar todas as vezes.

Se não fosse assim, teria parado no posto mais de 100 vezes, ou a cada 2~3 dias, quanto desperdício.

Hoje rodo bem menos, abasteço a cada 10~15 dias, são cerca de 30 vezes no ano, mesmo assim ainda mando completar o tanque todas as vezes, não me permito parar no posto mais vezes do que o necessário, meu tempo vale mais do que isso.

Mesmo na hora de optar pelo combustível, no álcool eu pararia bem mais, a gasolina faz minhas visitas ao posto serem menos constantes, e hoje em dia praticamente não tem vantagem econômica abastecer com um ou outro.

Fica a dica, seu tempo vale mais do que isso. Pague no cartão de crédito, pegue um cartão fidelidade do posto que fica no caminho do seu trabalho, que seja confiável, acumule pontos, troque por algum brinde no final do ano.

Se tem medo do cartão de crédito, aprenda o método seguro de usar nesse post.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Manifesto Brasil 2.0

Nenhum comentário
A copa terminou,  a seleção brasileira infelizmente não ganhou, e agora é a hora criar um novo Brasil.

Um Brasil onde não tem corrupção, os serviços públicos funcionam, e as pessoas se respeitam e dão seu melhor para isso acontecer.

Mas para isso a transformação tem que começar com cada um de nós, nas pequenas ações do dia a dia: respeitar sinal verde,  respeitar a faixa de pedestre, só atravessar na faixa de pedestres, não furar filas, dar a preferência para idosos e gestantes.

Não pode ficar só nas gentilezas, tem que acontecer no financeiro também: não aceitar troco a mais (o prejuízo sai do funcionário do caixa), não sonegar impostos, usar o seguro desemprego para seu fim, que é apenas para suprir as necessidades enquanto procura um novo emprego, e não viver de fazer "acordo"  para receber o seguro desemprego e ficar sem fazer nada. Cada um desses pequenos atos é corrupção, só porque o dinheiro é menos não descaracteriza o ato.

Não sou contra os programas assistenciais do governo, acho até que eles tem um papel importante na redução da pobreza, mas não é correto forjar documentos para ter o benefício, sem ter a necessidade real do benefício, é outro ato de corrupção e falta de ética e respeito.

O que diferencia o Brasil de um país de primeiro mundo é justamente esse senso de responsabilidade que cada cidadão tem, cada um cumprindo seu dever para depois cobrar seus direitos, e não o contrário, muitas vezes a mídia mostra gente reclamando pelos direitos, mas que não pensa nos seus deveres.

E o dever acontece também nas urnas, fique de olho se seu candidato realmente tem um plano de governo, ou se seu histórico tem corrupção, ou mesmo a turma que ele anda, a maioria de nós é uma média das pessoas com quem nos envolvemos, se seu candidato nomeia corruptos para cargos de confiança, grande chance dele estar na média e ser um corrupto.

Vamos criar o Brasil que merecemos AGORA, e não no futuro, e  isso começa com cada um de nós, conscientize seus amigos também compartilhando esse manifesto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Avançando na Técnica do Tomate

Nenhum comentário


Já tratei num post anterior sobre a Técnica Pomodoro, e os benefícios para melhorar a produtividade.

Aqui vão mais algumas ideias, para avançar na técnica:
  • Meça seus trabalhos em "pomodoros", o tempo para resolver um problema específico deve ser registrado
  • Passe a criar metas de trabalho para as tarefas: resolver um problema específico para um cliente em 2 pomodoros
  • Se possível, não permita distrações durante os pomodoros. Se teu trabalho não exige estar disponível 100% do tempo, coloque o telefone no mudo, feche o e-mail e programas de mensagem instantânea
  • Divida o tempo de um pomodoro: os primeiros minutos para recapitular onde estava, e os últimos minutos para revisar o que foi feito
  • Distribua seu período de trabalho em pomodoros (tenho 5 pomodoros pela manhã e 7 à tarde), e encaixe as tarefas em cada intervalo
Para ajudar, seguem alguns aplicativos:
    Veja mais em:
    Pomodoro Technique (em inglês)
    Develop Good Habits (em inglês)

    PS. se você acha muito difícil começar a estabelecer as metas do tempo, comece pelo menos medindo onde você gasta seu tempo com o aplicativo que indico nesse outro artigo.

    Nenhum comentário :

    Postar um comentário