Manifesto Brasil 2.0

Nenhum comentário
A copa terminou,  a seleção brasileira infelizmente não ganhou, e agora é a hora criar um novo Brasil.

Um Brasil onde não tem corrupção, os serviços públicos funcionam, e as pessoas se respeitam e dão seu melhor para isso acontecer.

Mas para isso a transformação tem que começar com cada um de nós, nas pequenas ações do dia a dia: respeitar sinal verde,  respeitar a faixa de pedestre, só atravessar na faixa de pedestres, não furar filas, dar a preferência para idosos e gestantes.

Não pode ficar só nas gentilezas, tem que acontecer no financeiro também: não aceitar troco a mais (o prejuízo sai do funcionário do caixa), não sonegar impostos, usar o seguro desemprego para seu fim, que é apenas para suprir as necessidades enquanto procura um novo emprego, e não viver de fazer "acordo"  para receber o seguro desemprego e ficar sem fazer nada. Cada um desses pequenos atos é corrupção, só porque o dinheiro é menos não descaracteriza o ato.

Não sou contra os programas assistenciais do governo, acho até que eles tem um papel importante na redução da pobreza, mas não é correto forjar documentos para ter o benefício, sem ter a necessidade real do benefício, é outro ato de corrupção e falta de ética e respeito.

O que diferencia o Brasil de um país de primeiro mundo é justamente esse senso de responsabilidade que cada cidadão tem, cada um cumprindo seu dever para depois cobrar seus direitos, e não o contrário, muitas vezes a mídia mostra gente reclamando pelos direitos, mas que não pensa nos seus deveres.

E o dever acontece também nas urnas, fique de olho se seu candidato realmente tem um plano de governo, ou se seu histórico tem corrupção, ou mesmo a turma que ele anda, a maioria de nós é uma média das pessoas com quem nos envolvemos, se seu candidato nomeia corruptos para cargos de confiança, grande chance dele estar na média e ser um corrupto.

Vamos criar o Brasil que merecemos AGORA, e não no futuro, e  isso começa com cada um de nós, conscientize seus amigos também compartilhando esse manifesto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário